Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Em São Paulo, Corregedoria Nacional do Ministério Público destaca importância do MPM e do MPF - Conselho Nacional do Ministério Público

 

WhatsApp Image 2018 12 06 at 12.59.32paintpaint"Em todas as regiões do país pelas quais passamos, damos uma atenção especial ao Ministério Público Militar (MPM), pela relevância que tem a instituição. O respeito que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) tem pelo MPM se traduz nessa visita". A fala é do corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, que se reuniu nessa quarta-feira, 5 de dezembro, com a procuradora-chefe da Justiça Militar em São Paulo, Maria Ester Henriques Tavares. Rochadel está na capital paulista realizando correição no Fórum Criminal da Barra Funda e compareceu ao encontro na companhia do coordenador de Correições e Inspeções da Corregedoria Nacional, Cesar Kluge, e do coordenador-geral da Corregedoria Nacional, Rinaldo Reis.

Rochadel aproveitou a oportunidade para apresentar o novo modelo que vem sendo implementado na Corregedoria Nacional, baseado nos pilares do respeito, da evolução humana, qualidade, unidade e de uma correição feita com serenidade e tranquilidade. "Temos viajado muito, e está claro que o Ministério Público quer esse estilo de correição", afirmou.

Durante a reunião, o corregedor destacou ainda a atuação do MPM nas missões desenvolvidas pelas forças armadas, como as realizadas em comunidades do Rio de Janeiro e em países como o Haiti.
Para Rinaldo Reis, a sociedade precisa ter a chance de conhecer melhor o trabalho feito pelo MPM. De acordo com ele, estar no CNMP proporciona a oportunidade única de se aprofundar em todos os ramos do Ministério Público brasileiro. "E queremos dizer que estamos à disposição do MPM".

Já Kluge destacou a importância da aproximação entre todos os ramos do Ministério Público, o que favorece a luta por uma sociedade mais justa. Segundo ele, o CNMP vê o MPM como um parceiro fundamental para o fortalecimento institucional.

Agradecendo pela visita em nome da Procuradoria, Maria Ester mostrou-se satisfeita com a visão do MPM apresentada pelos integrantes do CNMP. Após discorrer sobre os maiores desafios para a atuação do MPM, a procuradora afirmou concordar com o atual modelo de correição colocado em prática pelo Conselho. "Eu não esperava outra postura por parte de Rochadel, por isso fiquei tão feliz quando ele assumiu a função", afirmou.

Os promotores de Justiça Militar Claudio Martins e Luis Grigoletto, que participaram da reunião, abordaram temas como a atuação resolutiva do Ministério Público.

Visita ao MPF

foto roch mEm visita realizada nesta quinta-feira, 6 de dezembro,  à Procuradoria Regional da República da 3ª Região, em São Paulo, Orlando Rochadel destacou a legitimidade que a instituição tem perante a sociedade, "garantida graças ao respeito que a população tem em relação aos membros do Ministério Público".

Recebido pela procuradora-chefe da Procuradoria Regional da República da 3ª Região, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, e pelo procurador-chefe da Procuradoria da República em São Paulo, Thiago Lacerda Nobre, Rochadel falou a procuradores regionas da República e procuradores da República dando especial ênfase às prioridades que devem nortear a atuação institucional. "Devemos priorizar aquilo que transforma a sociedade e melhora a vida das pessoas. Não podemos perder o alinhamento com o cidadão", afirmou.

Ainda de acordo com o corregedor, que está na capital paulista para correição no Fórum Criminal da Barra Funda, o Ministério Público em São Paulo faz um trabalho de grande alcance, que tem mudado o país. Ele aproveitou para reforçar a importância da presença no CNMP do conselheiro e procurador Silvio Roberto de Oliveira Amorim Junior, indicado pelo Ministério Público Federal para o colegiado.

O conselheiro do Ministério Público, Sílvio Amorim, também esteve presente na visita aos procuradores e afirmou que sua atuação no CNMP ocorre no sentido de sempre contribuir para um MPF melhor.Sílvio Amorim elogiou o trabalho de Rochadel, vem realizando em sua gestão na Corregedoria Nacional, com aptidão ao diálogo e trazendo uma nova visão do órgão.  O conselheiro também informou que a Corregedoria Nacional realizará correições em outras localidades do Estado de São Paulo no primeiro semestre de 2019.

Ao apresentar os pilares que regem a atual gestão da Corregedoria do CNMP, Rochadel apresentou aos presentes a revista "Evolução Humana e Qualidade de Vida", editada pelo CNMP com ênfase na gestão de pessoas.

Rochadel realizou a visita na companhia do coordenador geral da Corregedoria Nacional do CNMP, Rinaldo Reis Lima, e do coordenador de Correições e Inspeções do CNMP, Cesar Kluge. De acordo com Lima, a Corregedoria não vê apenas a questão da disciplina, mas também promove o estímulo ao trabalo. "Estamos aqui reconhecendo o valor da atuação de todos vocês", disse aos procuradores. Já Kluge transmitiu experiências vivenciadas na Coordenação de Correições e comentou os avanços tecnlógicos que vêm sendo implementados para tornar ainda mais eficiente o trabalho oferecido à sociedade pelo Ministério Público.

De acordo com Maria Cristiana, o fato de o corregedor ter feito questão de visitar as dependências do MPF em meio ao trabalho de correição desenvolvido na Barra Funda mostra o comprometimento do órgão em conhecer de perto a realidade de diferentes ramos do Ministério Público, opinião compartilhada por Amorim Junior.

Durante o encontro, foi aberto espaço para que os procuradores expusessem ideias sobre a atuação institucional e trocassem experiências.

Com informações e foto do MP/SP.

Assessoria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial

 

Conteúdos Relacionados

Normas

ver todas

Publicações

ver todas