Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Em São Paulo, Corregedoria Nacional do Ministério Público destaca importância do MPM e do MPF - Conselho Nacional do Ministério Público
Corregedoria Nacional
Publicado em 5/12/18, às 16h16.

 

WhatsApp Image 2018 12 06 at 12.59.32paintpaint"Em todas as regiões do país pelas quais passamos, damos uma atenção especial ao Ministério Público Militar (MPM), pela relevância que tem a instituição. O respeito que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) tem pelo MPM se traduz nessa visita". A fala é do corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, que se reuniu nessa quarta-feira, 5 de dezembro, com a procuradora-chefe da Justiça Militar em São Paulo, Maria Ester Henriques Tavares. Rochadel está na capital paulista realizando correição no Fórum Criminal da Barra Funda e compareceu ao encontro na companhia do coordenador de Correições e Inspeções da Corregedoria Nacional, Cesar Kluge, e do coordenador-geral da Corregedoria Nacional, Rinaldo Reis.

Rochadel aproveitou a oportunidade para apresentar o novo modelo que vem sendo implementado na Corregedoria Nacional, baseado nos pilares do respeito, da evolução humana, qualidade, unidade e de uma correição feita com serenidade e tranquilidade. "Temos viajado muito, e está claro que o Ministério Público quer esse estilo de correição", afirmou.

Durante a reunião, o corregedor destacou ainda a atuação do MPM nas missões desenvolvidas pelas forças armadas, como as realizadas em comunidades do Rio de Janeiro e em países como o Haiti.
Para Rinaldo Reis, a sociedade precisa ter a chance de conhecer melhor o trabalho feito pelo MPM. De acordo com ele, estar no CNMP proporciona a oportunidade única de se aprofundar em todos os ramos do Ministério Público brasileiro. "E queremos dizer que estamos à disposição do MPM".

Já Kluge destacou a importância da aproximação entre todos os ramos do Ministério Público, o que favorece a luta por uma sociedade mais justa. Segundo ele, o CNMP vê o MPM como um parceiro fundamental para o fortalecimento institucional.

Agradecendo pela visita em nome da Procuradoria, Maria Ester mostrou-se satisfeita com a visão do MPM apresentada pelos integrantes do CNMP. Após discorrer sobre os maiores desafios para a atuação do MPM, a procuradora afirmou concordar com o atual modelo de correição colocado em prática pelo Conselho. "Eu não esperava outra postura por parte de Rochadel, por isso fiquei tão feliz quando ele assumiu a função", afirmou.

Os promotores de Justiça Militar Claudio Martins e Luis Grigoletto, que participaram da reunião, abordaram temas como a atuação resolutiva do Ministério Público.

Visita ao MPF

foto roch mEm visita realizada nesta quinta-feira, 6 de dezembro,  à Procuradoria Regional da República da 3ª Região, em São Paulo, Orlando Rochadel destacou a legitimidade que a instituição tem perante a sociedade, "garantida graças ao respeito que a população tem em relação aos membros do Ministério Público".

Recebido pela procuradora-chefe da Procuradoria Regional da República da 3ª Região, Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, e pelo procurador-chefe da Procuradoria da República em São Paulo, Thiago Lacerda Nobre, Rochadel falou a procuradores regionas da República e procuradores da República dando especial ênfase às prioridades que devem nortear a atuação institucional. "Devemos priorizar aquilo que transforma a sociedade e melhora a vida das pessoas. Não podemos perder o alinhamento com o cidadão", afirmou.

Ainda de acordo com o corregedor, que está na capital paulista para correição no Fórum Criminal da Barra Funda, o Ministério Público em São Paulo faz um trabalho de grande alcance, que tem mudado o país. Ele aproveitou para reforçar a importância da presença no CNMP do conselheiro e procurador Silvio Roberto de Oliveira Amorim Junior, indicado pelo Ministério Público Federal para o colegiado.

O conselheiro do Ministério Público, Sílvio Amorim, também esteve presente na visita aos procuradores e afirmou que sua atuação no CNMP ocorre no sentido de sempre contribuir para um MPF melhor.Sílvio Amorim elogiou o trabalho de Rochadel, vem realizando em sua gestão na Corregedoria Nacional, com aptidão ao diálogo e trazendo uma nova visão do órgão.  O conselheiro também informou que a Corregedoria Nacional realizará correições em outras localidades do Estado de São Paulo no primeiro semestre de 2019.

Ao apresentar os pilares que regem a atual gestão da Corregedoria do CNMP, Rochadel apresentou aos presentes a revista "Evolução Humana e Qualidade de Vida", editada pelo CNMP com ênfase na gestão de pessoas.

Rochadel realizou a visita na companhia do coordenador geral da Corregedoria Nacional do CNMP, Rinaldo Reis Lima, e do coordenador de Correições e Inspeções do CNMP, Cesar Kluge. De acordo com Lima, a Corregedoria não vê apenas a questão da disciplina, mas também promove o estímulo ao trabalo. "Estamos aqui reconhecendo o valor da atuação de todos vocês", disse aos procuradores. Já Kluge transmitiu experiências vivenciadas na Coordenação de Correições e comentou os avanços tecnlógicos que vêm sendo implementados para tornar ainda mais eficiente o trabalho oferecido à sociedade pelo Ministério Público.

De acordo com Maria Cristiana, o fato de o corregedor ter feito questão de visitar as dependências do MPF em meio ao trabalho de correição desenvolvido na Barra Funda mostra o comprometimento do órgão em conhecer de perto a realidade de diferentes ramos do Ministério Público, opinião compartilhada por Amorim Junior.

Durante o encontro, foi aberto espaço para que os procuradores expusessem ideias sobre a atuação institucional e trocassem experiências.

Com informações e foto do MP/SP.

Assessoria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial