Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. CNMP recebe visita institucional do embaixador da Ucrânia no Brasil - Conselho Nacional do Ministério Público
CNMP
Publicado em 8/2/19, às 15h38.
 
visita embaixadorO Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), representado pela secretária-geral, Adriana Zawada, recebeu, nessa quarta-feira, 6 de fevereiro, a visita do embaixador da Ucrânia no Brasil, Rostyslav Tronenko. No encontro, os dois representantes trocaram experiências sobre a situação de cada país e trataram sobre temas institucionais, dando continuidade a tratativas já iniciadas em julho de 2018, quando o ministro da Justiça da Ucrânia, Pavló Petrenko, visitou, em Brasília-DF, a Procuradoria-Geral da República, ocasião em que o embaixador foi convidado a visitar o Conselho.
 
Além disso, Tronenko apresentou a Adriana Zawada a proposta de trazer ao CNMP a exposição “Genocídio pela Fome”, que, apesar de mostrar uma parte triste da história da Ucrânia, deixa um relevante ensinamento. “A ideia é apresentar como, ao longo dos anos de 1932 e 1933, mais de 7 milhões de ucranianos morreram de fome por conta de decisões do governo de Josef Stalin. Como esse fato histórico é pouco conhecido no Brasil, é importante divulgá-lo a fim de não permitir que novas atrocidades de governantes autoritários se repitam em lugar algum”, destacou o embaixador.
 
Para Adriana Zawada, a visita do embaixador não só estreita as relações entre os países como divulga a atuação do CNMP além das fronteiras do Brasil. Segundo ela, “a visita foi muito enriquecedora e certamente renderá frutos de cooperação, representando também o reconhecimento da relevância da missão constitucional deste Conselho”.
 
Por fim, Rostyslav Tronenko trouxe informações sobre a situação atual de seu país. Ele contou que, nos últimos cinco anos, a Ucrânia tem passado por uma importante reforma judiciária, atendendo aos anseios da sociedade. Uma das mudanças, por exemplo, foi na forma de nomeação de juízes, que agora precisam ser aprovados por conselhos criados segundo padrões internacionais. “Reformas como essa, além de outras como a tributária e na saúde pública, são questões comuns a muitos países. É surpreendente como Brasil e Ucrânia, mesmo tão distantes geograficamente, enfrentam os mesmos desafios”, disse o embaixador.
 
Leia mais
 
Foto: Sergio Almeida (Ascom/CNMP).

Assessoria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial