Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Observatório criado pelo CNMP e CNJ finaliza curso de capacitação em negociação em causas complexas - Conselho Nacional do Ministério Público
CNMP
Publicado em 18/3/19, às 18h32.

 

CURSO 700O fim de semana de quarenta integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário foi de crescimento profissional e aprendizado. Eles participaram do Curso “Negociação em Causas Complexas”, promovido pelo Observatório Nacional sobre Questões Ambientais, Econômicas e Sociais de Alta Complexidade, Grande Impacto e Repercussão, criado em fevereiro pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Apresentamos nossos votos de congratulações ao professor Yann Duzzert pela excelência do curso ministrado na presente data e aos presidentes do CNJ e do CNMP, respectivamente, ministro Dias Tóffoli e procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, tanto pela realização desse importante evento quanto pela instituição do Observatório”, afirmaram os participantes em documento assinado no fim da última aula, nesse sábado, 16 de março.

A capacitação teve como objetivo preparar os participantes para atuarem em conflitos gerados por grandes tragédias, como os rompimentos das barragens de Brumadinho e Mariana. O evento ocorreu na sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ/MG), em Belo Horizonte, e contou com a presença do conselheiro do CNMP Valter Shuenquener e da conselheira do CNJ Maria Tereza Uille.

"A ideia aqui é capacitar, sem jamais interferir no mérito da decisão judicial ou no mérito do entendimento do Ministério Público”, afirmou Maria Tereza Uille. "Trata-se de aprimorar as técnicas que os integrantes do sistema de Justiça dispõem para lidar com os temas complexos", complementou Valter Shuenquener.

Negociação

A capacitação em “Negociação em causas complexas” foi ministrada pelo professor Yann IgorPierr Duzert, especialista em negociações ambientais, que apresentou aos presentes técnicas destinadas a ampliar a probabilidade de se chegar a acordos judiciais e a aumentar a produtividade dos acordos firmados.

Na avaliação do professor, “formas mais eficazes de negociação abarcam a ética, a capacidade de se respeitar as diferenças, a escuta atenta dos envolvidos, a franqueza amistosa, a elegância moral e o respeito à identidade dos envolvidos nos conflitos em conceitos tratados no âmbito da responsabilidade social”.

Entre os temas abordados no curso constam os conceitos da negociação, a neurociência da negociação, a biologia do comportamento, a ciência da decisão, a mediação ambiental, a resolução de conflitos ambientais e a avaliação de opções.

Pierr Duzert é expert mundial em negociações ambientais. Renomado internacionalmente, Duzert tem doutorado em Gestão do Risco da Informação da Decisão, pela École Normale Supérieure de Cachan-École Polytechnique de Paris, e pós-doutorado em Gestão de Conflitos na Área Ambiental, pelo Massachusetts Institute of Technology.

Foto: Eric Bezerra (TJ/MG).

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial