Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarao limitados. Acre: moradores querem promotor residindo na comarca - Conselho Nacional do Ministério Público

O Conselho Nacional do Ministério Público recebeu esta semana reclamação contra promotores de Justiça no Acre que estariam residindo fora da comarca em que trabalham. O pedido de providências foi protocolado por moradores do interior do estado. A Lei Orgânica Nacional do Ministério Público exige que o promotor de Justiça titular tenha residência na mesma comarca em que exerce suas funções.
No documento, os moradores afirmam que “o promotor vem para o interior, faz as audiências, mas não tem tempo de atender o povo, pois precisa voltar para a capital no mesmo dia.” Os moradores ainda reclamam que algumas audiências são combinadas antecipadamente com os juízes e só acontecem dois dias por semana.
O pedido de providências foi autuado no CNMP com o número 369/2006-16 e foi distribuído ao conselheiro Ricardo Mandarino.
Adilson de Carvalho
Assessoria de Comunicação
(61) 3031-6378 / 81657825
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Assessoria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial

 

Conteúdos Relacionados