Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Conselheiros do CNMP participam de reunião interinstitucional no Ministério Público do Amazonas - Conselho Nacional do Ministério Público
CNMP
Publicado em 30/8/21, às 19h18.

fotos dos conselheiros ladeados pelos membros do MP do Amazonas Nesta segunda-feira, 30 de agosto, os conselheiros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) Silvio Amorim e Marcelo Weitzel, acompanhados do secretário-geral,  Jaime de Cassio Miranda, visitaram o Ministério Público do Amazonas (MPAM) para uma reunião interinstitucional e para conhecerem programas e projetos desenvolvidos no Estado. 

A visita teve início na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, onde os conselheiros assistiram a uma apresentação dos programas e projetos já implementados e por implementar pela atual administração. O subprocurador-geral para assuntos administrativos, Geber Mafra, conduziu a apresentação, feita no Plenário Antônio Trindade. 

O conselheiro Silvio Amorim, que preside as Comissões de Controle Administrativo e Financeiro e de Enfrentamento da Corrupção, avaliou positivamente a forma como a atual gestão vem conduzindo o MP/AM. “Foi uma reunião muito proveitosa. O Ministério Público do Amazonas está de parabéns pelos trabalhos administrativos aqui apresentados ao longo da manhã. Estamos impressionados com o dinamismo da administração e com a possibilidade de encontrar novos caminhos administrativos para melhorar cada vez mais o trabalho do próprio Ministério Público”, pontuou.

Para o conselheiro Marcelo Weitzel, as reuniões interinstitucionais são bastante proveitosas e deveriam ser realizadas com mais frequência, não só com o CNMP, mas também entre as unidades dos estados e até com outros ramos do Ministério Público. “Vimos aqui uma profusão de ideias e de projetos, todos elas factíveis, que precisavam ser divulgadas e que podem ser úteis não só como demonstração de boas práticas, mas como incentivo para outros ramos do MP sobre como é possível ser feito, como é melhor racionalizar aqui, aditar, e o mais importante, sempre respeitando a peculiaridade do local, a realidade do estado do qual o MP está cuidando”, ressaltou.

“Desde que assumimos, em 15 de outubro de 2020, iniciamos uma análise no sentido de identificar as boas práticas, para a continuidade de projetos exitosos, além da releitura de condutas desenvolvidas pela área administrativa, com revisão completa de suas rotinas, dos vínculos contratuais e do processo decisório, haja vista a comprovada necessidade de aperfeiçoamento em diversos níveis da área meio, tudo com o objetivo de contribuir para o crescimento institucional”, destacou o procurador-geral de Justiça do MPAM, Alberto Nascimento.

“Ficamos extremamente bem influenciados pela qualidade do projeto de administração que foi apresentado. Vários projetos que, de antemão, reconhecemos vitoriosos, como o das sedes flutuantes no interior, que pode servir de paradigma para outras instituições, como, por exemplo, que o MP do Amapá poderia adotar. Além disso, vimos ainda o orçamento participativo, a proposta para o Ceaf, dentre outros. Nosso entendimento é que a administração do MP/AM está em condições de ter pleno sucesso nas atividades que tem para realizar futuramente”, avaliou o secretário-geral. 

Juntamente com os conselheiros estavam presentes na reunião interinstitucional o subprocurador-geral para Assuntos Jurídicos Nicolau Libório; o presidente da Associação Amazonense do Ministério Público (AAMP), Alessandro Samartin;, a secretária-geral, Lílian Maria Pires Stone; e o coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), Darlan Bernevides Queiroz.

Com foto e informações da Ascom do MP/AM.

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial