Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Conselho Nacional debate recebimento de gratificações em órgão colegiado - Conselho Nacional do Ministério Público
Publicado em 14/9/7, às 00h00.
O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) volta a se reunir na segunda-feira, 17 de setembro. Um dos itens da pauta é um pedido de providências do Ministério Público do Rio Grande do Sul que questiona a possibilidade de os integrantes do Conselho Superior do MP gaúcho receberem gratificação pelo exercício da função, enquanto não for implantado o sistema remuneratório por subsídio.

De acordo com a Resolução nº 9 do CNMP, de 5 de junho de 2006, “o subsídio mensal dos membros do Ministério Público da União e dos Estados constitui-se exclusivamente de parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória”.

No entanto, essa mesma Resolução, em seu art. 4º, VII, permite o recebimento de gratificação pelo exercício de função em conselhos ou em órgãos colegiados externos cuja participação do membro do MP decorra de lei. A consulta a ser analisada é justamente sobre a possibilidade de aplicação desse dispositivo no caso do Conselho Superior do MP/RS.
Também, na sessão de segunda, está prevista a apreciação de um projeto de resolução que busca regulamentar o trâmite de inquéritos civis em todo o Ministério Público. Segundo o autor da proposta, conselheiro Osmar Machado Fernandes, a normatização é necessária para “consagrar o princípio constitucional da transparência administrativa”.
A 13ª Sessão Extraordinária do CNMP começa às 14h, na cobertura do Bloco A do edifício-sede da Procuradoria Geral da República. As sessões do Conselho Nacional são abertas ao público e transmitidas ao vivo pela internet.
Assessoria de Comunicação
(61) 3031-6378      

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial