Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Presidente da Comissão do Meio Ambiente do CNMP destaca relevância da capacitação em negociações complexas na área ambiental - Conselho Nacional do Ministério Público
Meio ambiente
Publicado em 31/5/22, às 08h04.

Foto evento Comissão Meio Ambiente Durante a abertura do “Programa de Negociação de soluções consensuais para resolução de conflitos ambientais”, o conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)  e presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA), Rinaldo Reis Lima, enalteceu o aprimoramento em métodos de resolução de conflitos, como a negociação, a mediação e a conciliação: “Defendo que a política de incentivo e aperfeiçoamento dos mecanismos de autocomposição deve ser estimulada de forma permanente no Ministério Público para que os membros possam fazer frente aos grandes desafios práticos que precisam enfrentar na defesa do meio ambiente”. 

O evento promovido pela CMA, em parceria com a Unidade de Capacitação do Ministério Público (UNCMP), começou nessa segunda-feira, 30 de maio, no Plenário do CNMP, e tem o objetivo de qualificar trinta membros e servidores do Ministério Público com atuação na questão ambiental para que desenvolvam competências negociais necessárias ao atendimento das demandas e dos desafios que se impõem ao Ministério Público brasileiro nessa área de atuação. 

Segundo o presidente da CMA, “o intuito do programa é o de aumentar a produtividade dos membros do MP para fechar acordos por meio de ferramentas mais modernas de negociação, dando evidência às habilidades de cada um”. Rinaldo Reis complementa ainda que “a medida é primordial para a adequada e eficiente resolução de conflitos complexos que geralmente envolvem danos imensuráveis, compostos por lesões difusas, coletivas e individuais homogêneas, ao meio ambiente e à sociedade”. 

O conselheiro lembrou, por fim, que “é imprescindível apoiar os membros que atuam nas questões complexas do meio ambiente e que geralmente enfrentam bancas de advocacia de empresas multinacionais altamente especializadas nessa área”. 

Também estiveram presentes na solenidade de abertura a membro auxiliar da CMA Tarcila Santos Britto Gomes e a membro auxiliar da UNCMP Munique Teixeira Vaz. 

Capacitação  

O curso, realizado também nesta terça-feira, 31 de maio, e ainda com programação no próximo dia 7 de junho, é ministrado pelo professor doutor Yann Igor Pierre Georges Duzert na modalidade virtual e restrito aos participantes indicados pelas unidades do Ministério Público brasileiro e selecionados pela comissão formada pelos membros auxiliares da CMA e da UNCMP. 

A capacitação é baseada em instrumentos teóricos e técnicas modernas aplicadas à construção de consenso, sendo caracterizada como atualização profissional em gestão de conflitos ambientais. 

Como inovação, há um laboratório de casos, que, com base em situações reais vivenciadas em suas rotinas pelos membros, permite criar um aprendizado coletivo e a geração de conhecimento organizacional, destinados a aumentar a eficiência e a produtividade das unidades nas negociações. 

O professor Yan Igor Pierre é pós-Doutor no Massachusetts Institute of Technology, (MIT) e Doutor em Gestão do Risco, da Informação e da Decisão na École Normale Supérieure de Cachan-École Polytechnique de Paris. Atualmente é professor e coordenador de projetos na Fundação Getúlio Vargas. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Negociação e Resolução de Conflitos. É Diretor da Temperance Academy e Chairman de Newgotiation Inc.  

Veja aqui a programação do evento. 

Veja mais fotos.

Foto: Sergio Almeida (Secom/CNMP). 

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial