Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Ouvidoria da Mulher do CNMP promove evento pelo direito de viver sem violência de gênero com o Ministério Público de São Paulo - Conselho Nacional do Ministério Público
Ouvidoria das Mulheres
Publicado em 17/11/22, às 13h29.

A Ouvidoria da Mulher, que compõe a Ouvidoria Nacional do Ministério Público, órgão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), é uma das instituições organizadoras do evento “Movimento pelo direito de viver sem violência de gênero”. O encontro, que acontece no dia 18 de novembro, a partir das 9h30, na sede do Ministério Público do Estado de São Paulo, faz parte das ações do movimento “16 dias de ativismo no Ministério Público”. 

A iniciativa é uma realização do MP/SP, em parceria com o CNMP,  Escola Superior do Ministério Público (MP/SP) e com o Ministério Público do Estado de Pernambuco (MP/PE).  

As inscrições para participar do encontro, exclusivamente presencial, estão abertas ao público, que tem até o dia 17 de novembro, às 17h, para se cadastrar no site da Escola (www.esmp.mpsp.mp.br).  

Além de palestras e debates com especialistas no assunto, na ocasião, será lançada a Ouvidoria da Mulher instalada no MP/SP. Essa é uma das ações da Ouvidoria Nacional do MP, que já instalou Ouvidorias da Mulher em 19 unidades estaduais do MP.

O evento marca a importância da Ouvidoria em seus propósitos de escutar e acolher as demandas trazidas pela sociedade civil, constituindo-se como importante ferramenta para os movimentos sociais. 

Os 16 Dias de Ativismo são uma mobilização mundial realizada anualmente com o objetivo de sensibilizar a sociedade, promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo, instando e incentivando o Poder Público a realizar ações de enfrentamento e prevenção à violência contra a mulher e ao respeito aos direitos humanos. 

O período abrange os dias 25 de novembro a 10 dezembro, por envolver datas que são consideradas marcos históricos representativos da luta das mulheres. No Brasil, ele tem início em 20 de novembro para marcar a opressão de gênero, raça e classe social incidentes sobre as mulheres negras brasileiras. 

O período abrange as seguintes datas: 

- 20/11: Dia da Consciência Negra;  - 25/11: Dia Internacional pelo Fim da Violência Contra a Mulher;  - 1º/12 - Dia Internacional de Prevenção à AIDS;  - 6/12: Dia do Massacre de Montreal (Campanha do Laço Branco); 
 - 10/12: Dia Internacional dos Direitos Humanos. 

Veja aqui a programação. 

Foto: Sergio Almeida (Secom/CNMP).

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial