Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Nesta segunda-feira, 19 de junho, CNMP debate escravidão contemporânea em vinícolas - Conselho Nacional do Ministério Público
Evento
Publicado em 16/6/23, às 17h08.

Conatetrap Enfrentamento Escravido Vincolas banner notciaNesta segunda-feira, 19 de junho, o Comitê Nacional do Ministério Público de Combate ao Trabalho em Condição Análoga à de Escravo e ao Tráfico de Pessoas (Conatetrap) promove o encontro "Enfrentamento da escravidão contemporânea na cadeia produtiva das vinícolas: estudo do caso e análise do fluxo nacional de atendimento às vítimas”. O evento será realizado no Plenário do Conselho, das 14h30 às 17h30, com transmissão ao vivo pelo canal da instituição no YouTube.

Para enriquecer as discussões, o evento contará com a participação de representantes de todo o Ministério Público brasileiro. Na programação, a abertura, às 14h30, será com o presidente do Conatetrap, conselheiro Ângelo Fabiano Farias.

Em seguida, as procuradoras do Trabalho Ana Lúcia Stumpf e Maria Manuela Britto abordarão, às 15h e às 15h20, respectivamente, as temáticas sobre “O trabalho escravo na cadeia produtiva das vinícolas” e “Aliciamento de trabalhadores e o acolhimento de vítimas após o resgate: atuação do Ministério Público do Trabalho”.

Na sequência, às 15h40, o procurador da República Renan Paes discorre sobre “O enfrentamento do tráfico interno de pessoas na perspectiva do Ministério Público Federal”. Às 16h, a abordagem será “O acolhimento das vítimas de trabalho escravo e a importância do Fluxo Nacional de Atendimento”, a cargo do coordenador do Movimento Nacional em Defesa dos Direitos das Vítimas e membro auxiliar do CNMP, Marcelo Weitel.

A procuradora do Trabalho Lys Sobral prossegue, às 16h10, com a apresentação do “Fluxo Nacional de Atendimento às Vítimas de Trabalho Escravo”. O fluxo é um instrumento importante para a atuação eficaz das instituições responsáveis pelo enfrentamento do trabalho escravo contemporâneo. Ele foi idealizado pela Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), e regulamentado pelo então Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

De acordo com o presidente do Conatetrap, conselheiro Ângelo Fabiano, o encontro permitirá o aprimoramento da atuação ministerial. “Será mais uma oportunidade de intensificarmos o debate para o enfrentamento e a erradicação de práticas trabalhistas em condições análogas à de escravo", frisou o conselheiro, que encerrará a programação do evento.

Conheça o fluxo nacional de atendimento às vítimas de trabalho escravo. 

 Comitê 

O Conatetrap é órgão colegiado instituído em 2019 pelo CNMP com o objetivo de elaborar estudos e propor medidas para aperfeiçoar a atuação das unidades do Ministério Público no enfrentamento da exploração do trabalho em condição análoga à de escravo e ao tráfico de pessoas. 
 
Entre outras competências, estabelecidas no artigo 2º da Resolução CNMP nº 197/2019, cabe ao Conatetrap buscar articulação com órgãos do Poder Executivo, defensorias públicas e entidades da sociedade civil, fóruns, comissões e comitês sobre a temática. 
 
Ainda de acordo com a resolução, o Conatetrap é composto por três conselheiros do CNMP; um membro auxiliar, indicado pela Presidência do CNMP; e seis membros do MP, sendo dois dos MPs estaduais, dois do Ministério Público Federal e dois do Ministério Público do Trabalho, indicados, respectivamente, pelo Conselho Nacional de Procuradores-Gerais, pelo procurador-geral da República e pelo procurador-geral do Trabalho. O presidente e o vice-presidente do Comitê são escolhidos entre os conselheiros do CNMP.

Agenda  

Evento: "Enfrentamento da escravidão contemporânea na cadeia produtiva das vinícolas: estudo do caso e análise do fluxo nacional de atendimento às vítimas”

Data: 19 de junho (segunda-feira)

Horário: 14h30 às 17h30

Local: Plenário do CNMP

Transmissão: canal do CNMP no YouTube

Notícias relacionadas

Escravidão contemporânea em vinícolas é foco de evento do CNMP em 19 de junho  

Em junho, Conselho Nacional do Ministério Público debaterá escravidão contemporânea em vinícolas 

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial
Instagram: cnmpoficial
YouTube: conselhodomp