Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Para celebrar os 15 anos da Lei Maria da Penha, CNMP e ESMPU lançam o podcast Marias do Brasil - Conselho Nacional do Ministério Público
Direitos fundamentais
Publicado em 8/11/21, às 10h53.

banner noticias podcast marias brasilNa terça-feira, 9 de novembro, às 10 horas, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por meio da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF), presidida pelo conselheiro Otavio Rodrigues, e a Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) fazem o lançamento do podcast Marias do Brasil.  

O evento ocorrerá no auditório do Conselho, em Brasília, e será realizado de modo híbrido, com a participação presencial e virtual de autoridades e do público em geral. Os convidados receberão um link para acessar a plataforma Teams. Além disso, a solenidade será transmitida, ao vivo, pelo canal oficial do CNMP no YouTube.   
 
A iniciativa faz parte do projeto Respeito e Diversidade e tem como objetivo celebrar os 15 anos da Lei Maria da Penha, que vem contribuindo para consolidar os mecanismos de enfrentamento à violência doméstica e familiar no Brasil.
 
Os primeiros episódios estarão disponíveis nas principais plataformas de streaming a partir de 12 de novembro. Na série, são entrevistadas mulheres que abriram espaço para ampliar as vozes de outras mulheres e ajudam a compreender o caminho percorrido até aqui no enfrentamento à violência doméstica e familiar. “Esperamos que esse programa seja tão enriquecedor para os ouvintes quanto foi para nós. O objetivo foi disseminar e multiplicar conhecimento em formato de podcast”, disse a promotora de Justiça Fabíola Sucasas, que é a coordenadora pedagógica da iniciativa na ESMPU.
 
Para o presidente da CDDF, conselheiro Otavio Luiz Rodrigues Jr., “a iniciativa é de suma relevância pois promove o debate e a reflexão acerca da evolução do longo processo de enfrentamento da violência doméstica no País.”, afirma Rodrigues.   
 
A lei que fez história no Brasil
 
O primeiro episódio do podcast será com Maria da Penha Maia Fernandes, ativista que dá nome à lei. Foram mais de 19 anos lutando para que o seu caso obtivesse uma resposta da Justiça. Uma luta que começou solitária, chegou à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) e obrigou o Brasil a mudar. Também foram entrevistadas as promotoras de Justiça colaboradoras do Comitê Gestor do Cadastro Nacional de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do CNMP Sara Gama Sampaio, Erica Canuto, Lúcia Iloizio e Cláudia Garcia.
 
O segundo episódio apresenta o papel do Superior Tribunal de Justiça (STJ) como guardião da Lei Maria da Penha e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como guardião da Justiça. O programa entrevistou a ministra do STJ Assusete Magalhães e a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região Tânia Regina Silva Reckziegel.  Ao todo são nove episódios produzidos pela Escola.
 
Outros temas que serão abordados nos programas são: “O Conselho Nacional do Ministério Público mobilizado pela efetividade da Lei Maria da Penha”; “O Ministério Público brasileiro: uma instituição pela garantia dos direitos fundamentais das mulheres para viverem livres de violência”; “Os movimentos sociais e a sociedade civil na defesa dos direitos das mulheres brasileiras: uma história de luta, resistência e conquista”; “Os movimentos sociais e a sociedade civil na defesa dos direitos das mulheres negras brasileiras: uma história de luta, resistência e conquista”; “A segurança pública e a proteção das mulheres em situação de violência”; “A Organização das Nações Unidas e seu papel para a garantia de igualdade de gênero”; e “O balanço histórico e jurídico do que foi, é e o que será da Lei Maria da Penha”.
 
Projeto Respeito e Diversidade  
 
O podcast é mais uma das ações do projeto Respeito e Diversidade, uma parceria entre CNMP, ESMPU e Ministério Público Federal (MPF). O objetivo é desenvolver ações interinstitucionais que contribuam na construção de uma sociedade livre e democrática, firme no cumprimento do papel do Ministério Público como instituição indutora e promotora da defesa dos direitos humanos e da disseminação de uma cultura social inclusiva.
  
Acesse aqui o canal oficial do CNMP no YouTube

Secretaria de Comunicação Social
Conselho Nacional do Ministério Público
Fone: (61) 3315-9424
jornalismo@cnmp.mp.br 
Twitter: cnmp_oficial
Facebook: cnmpoficial